Como evitar ata infiel

O remédio contra a manipulação de atas está na convenção condominial do Oásis, Art. 22º, Pár. 4: “A ata deverá ser lavrada na própria Assembleia Geral. Para isso, ao término das deliberações o Presidente suspenderá os trabalhos pelo tempo necessário para o Secretário ultimar a sua lavratura, reabrindo-os, em seguida, com leitura, discussão e votação da mesma”.

Por questão de praticidade, e também porque nunca ninguém questionou, as atas sempre foram concluídas depois da reunião da Assembleia. Até julho de 2013 foram enviadas aos Condôminos mantendo fidelidade às discussões e decisões, e no tempo legal.

Se um Condômino questionar na próxima reunião, a ata terá de ser lavrada, lida e votada antes do encerramento definitivo dos trabalhos. Não precisaria, como nunca precisou antes porque havia confiança dos condôminos e fidelidade aos fatos por parte dos responsáveis pela ata.

Anúncios
Esse post foi publicado em Assembleia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s